0

Campanha “Junho vermelho” por mais doações de sangue

Junho vermelho

Imagem da campanha “Junho vermelho” 2015

No último domingo, 14 de junho, foi comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue. Com apoio dos estados e municípios, por meio da Hemorrede Pública Nacional, a meta é aumentar continuamente a quantidade de doadores de sangue no país.

Dados do Ministério da Saúde apontam que 1,8% dos brasileiros realiza doação de sangue e hemoderivados regularmente, fazendo com que essa taxa esteja de acordo com o parâmetro de 1% a 3% estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Porém, o Ministério trabalha para ampliar este índice e chegar aos 3% de doações.

A política brasileira de doação de sangue e hemoderivados é fruto de uma longa trajetória de mudanças de leis e conscientização da sociedade. Desta forma, nos últimos anos, o conjunto de condutas adotado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para realizar doações seguras e com máxima qualidade foi reconhecido internacionalmente, posicionando o Brasil como referência na área de doação de sangue entre os países da América Latina, do Caribe e da África.

Apesar do grande progresso, ainda há muito trabalho no âmbito prático: é preciso intensificar as campanhas locais e nacionais com o intuito de incentivar a população a realizar mais doações de sangue. Além disso, para manter os estoques dos hemocentros em grau satisfatório, o Ministério da Saúde propõe maior enfoque na fidelização de doadores para que tenham o compromisso, o hábito e a disponibilidade de realizar a doação de sangue voluntariamente.

Quer tirar suas dúvidas sobre os requisitos básicos para doar sangue?

Acesse: http://www.brasil.gov.br/saude/2014/11/confira-requisitos-basicos-para-doar-sangue

Fontes:

Anúncios