Um chamado: a mãe natureza precisa de suas filhas

 

Mulheres

Foto: Site Homeward Bound

O Homeward Bound é um projeto idealizado por Fabian Dattner e Jess Melbourne Thomas. Essas duas mulheres incríveis trabalharam por 6 meses para conseguir suporte da comunidade científica e alheadas de influência para dar seguimento ao projeto. No final de 2015 o Homeward Bound viralizou e nesse mesmo tempo ele já estava com as inscrições para o programa completamente lotadas. As 76 mulheres selecionadas para participar vinham de diferentes partes do mundo e eram das mais diversas áreas da ciência.

Okay, mas do que se trata esse projeto? Aí é que vem a mágica. O principal objetivo dessa iniciativa, que se tornou um movimento global, é aumentar a influência e o impacto de mulheres cientistas de forma que elas consigam influenciar leis e decisões sobre os rumos do nosso planeta. Observem como essa ideia pode ficar ainda mais incrível: o projeto tem planos de enviar 1000 mulheres do mundo inteiro (até agora foram enviadas 76) para ficar um ano inteiro na Antártica!

Por que na Antártica? As principais razões apontadas pelas criadoras do projeto são: 1. Devido ao fato de o continente apresentar regiões que estão entre as que respondem mais rapidamente às mudanças climáticas em todo o planeta; 2. Porque os estudos do local e de seus papéis no sistema climático tem o potencial de gerar insights sobre as mudanças climáticas em uma escala global e sobre a influência das atividades humanas nas mudanças climáticas. 3. Além disso, viajando juntas, as mulheres cientistas podem estabelecer fortes laços (alô sororirade!) e se inspirar, porque convenhamos, ô lugarzinho incrível esse!

Antártica

Foto: Mary-Anne Lea

E por fim? Por que MULHERES? Primeiro, porque mulheres, ao redor do globo infelizmente ocupam poucos cargos de liderança e essa mudança rumo a uma maior igualdade tem sido extremamente lenta, apensar dos crescentes diálogos e de pequenas alterações já observadas em algumas instituições. Segundo, porque uma grande porcentagem de recém-graduados é composta por mulheres, porém, pouquíssimas delas estão em papeis principais de tomadas de decisão. Terceiro (e mais lindo de tudo), porque oferecendo à essas mulheres treinamento de habilidades estratégicas e de liderança, um bom entendimento sobre ciência e uma grande e forte rede de contatos, elas serão capazes de gerar impacto em leis e decisões rumo a um futuro mais sustentável.

Mulheres Antártica

Foto: Jess Melbourne-Thomas

Vocês podem ficar por dentro do projeto pelo site (http://homewardboundprojects.com.au) ou pelo facebook (https://www.facebook.com/homewardboundprojects/) ou podem doar dinheiro para o projeto diretamente pelo link: https://chuffed.org/project/hbscholarships. Afinal, não é todos os dias que encontramos propostas tão inovadoras e promissoras assim envolvendo apenas cientistAs.

Fonte:

http://homewardboundprojects.com.au

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Um chamado: a mãe natureza precisa de suas filhas

  1. Pingback: Um chamado: a mãe natureza precisa de suas filhas – Bruna Contro Pretero

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s